Alimentando o espírito aventureiro conhecendo o Parque da Serra do Curral

Processed with VSCOcam with a6 preset

O plano era levantar cedo e fazer uma trilha de três horas no Parque da Serra do Curral, em Belo Horizonte, com uma amiga. Esse era o plano. Até conseguimos levantar cedo, apesar ambas estarem mortas de sono, mas o trânsito matutino nos atrasou 10 minutos e o grupo partiu sem a gente. Não tinha outra visita guiada e não podíamos tentar acompanhar o grupo sem um guia. Resultado? Tivemos que nos contentar em visitar apenas os três mirantes da pista aberta.

Localizado na Avenida José do Patrocínio Pontes, o Parque possui 10 mirantes distribuídos por seus quatro mil metros de extensão, de onde podem ser vistos os pontos turísticos de Belo Horizonte e aspectos naturais de seu entorno. Funciona das 8 às 17h, de terça a domingo, mas a entrada no parque só pode ser feita até as 15h. A entrada é gratuita, mas existe um limite máximo de 700 pessoas por dia no local.

Processed with VSCOcam with a6 preset

Nós pretendíamos fazer a Travessia da Serra, uma trilha na crista da Serra do Curral que possui 2.300 m de extensão e altitudes que variam de 1.200 a 1.380 metros. Apresentando alto nível de dificuldade, ela exige do visitante esforço físico e só pode ser realizada com acompanhamento de monitores. As visitas precisam ser agendadas com antecedência, a trilha só é feita pela parte da manhã e os grupos devem ter no máximo 15 pessoas, com idade mínima de 14 anos. A duração estimada desta trilha é de 3h.

Tudo bem, valeu a pena mesmo assim. Aproveitamos o tempo livre para colocar os papos em dia, ao mesmo tempo em que apreciamos vistas incríveis na cidade de Belo Horizonte. Os mirantes mostram diversos pontos turísticos da cidade, como a Lagoa da Pampulha, o Parque Municipal, a Avenida Afonso Pena, o Estádio Mineirão, o Pico do Itabirito, a Serra da Piedade, o Morro do Pires, o Morro do Elefante, o Parque Estadual da Serra do Rola-Moça, entre outros. O acesso aos mirantes não é difícil, mas tem umas partes íngremes que provaram o quanto estamos sedentárias. Nada que umas paradas para tirar fotos não curassem.

No fim, Belo Horizonte provou mais uma vez que dá para se divertir e sair da rotina tirando algumas horas do dia para visitar um espaço público na cidade. Nada como ter um olhar de turista no lugar onde vivemos, não é? Com pequenas doses de passeios vamos alimentando nossos espíritos aventureiros.

Não esquece de dar o paly no vídeo para conhecer mais sobre o parque e andar comigo pelo lugar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s