Bissexualidade: Lidando com a insegurança alheia

bissexuais-acreando

Quando você vai se relacionar com pessoas, não importa qual o gênero delas, precisa lidar com uma bagagem emocional daquele ser humano. Isso inclui traumas, inseguranças, defeitos, qualidade, dificuldades, manias entre outras coisas. Isso vale tanto para amigos quanto para relacionamentos amoroso. Mas quando você está envolvida romanticamente com uma pessoa, o ciúme e a insegurança são assuntos sempre delicados de lidar. Algumas pessoas têm mais, outras menos. Parece que um bissexual aflora ainda mais a insegurança das pessoas.

Eu não não tenho paciência para crises de ciúmes, nem mesmo as minhas, por isso não consigo me relacionar com pessoas muito ciumentas ou inseguras. Logo, nunca tive grandes problemas com isso. Por isso, demorei para perceber que minha sexualidade causava insegurança nas outras pessoas. Foi através dos meus amigos gay e lésbicas que percebi que isso era um fator determinante para eles.

Tenho uma amiga lésbica que sempre diz que não se relaciona com bissexuais porque teme ser trocada por um homem, então não quer se envolver. Um outro amigo gay disse que teria dificuldade de namorar com um homem bissexual, porque sempre ficaria se perguntado se estava sendo traído por qualquer amigo ou amiga que o outro tivesse. Foi então, que percebi, que as pessoas têm medo de bissexuais.

Como acreditam que essas pessoas têm mais opção, eles temem constantemente que vão ser traídos ou trocados. Existe um preconceito que bissexuais são infiéis e insaciáveis, nunca vão se contentar com apenas um dos gêneros.

Quando eu me relaciono com uma pessoa, eu não estou procurando seus órgãos sexuais. Eu não fico ‘sentindo’ falta de alguma coisa, porque decidi me relacionar com aquela pessoa exatamente pelo que ela tem para me oferecer. Um órgão sexual não vai fazer diferença na equação, porque eu não namoro pessoas pensando em suas genitálias, namoro pessoas pensando em sua personalidade e nos sentimentos que compartilhamos.

Eu tive poucos relacionamentos sérios, mas nunca traí nenhuma das pessoas com que me relacionei. A traição não é questão de sexualidade, é uma questão de caráter. Existem pessoas que acreditam na monogamias e outras na poligamias, não é errado ser adepto de um modelo ou outro, mas enganar o cônjuge dizendo que você acredita em algo que não está disposto a praticar é hipocrisia.

Existem inúmeros casais heterossexuais que terminam por causa de traição, mas ninguém fica falando que todos os héteros são infiéis. Então por que presumem que os bissexuais vão automaticamente trair seus conjugues?Se uma pessoa é bissexual e adepta da poligamia, ela não gosta deste modelo de relacionamento porque é bissexual. A sua sexualidade não influência nisso, mas sua visão de mundo e de relacionamento.

Quando você é bissexual, precisa lidar com inseguranças das pessoas, porque elas logo percebem que não podem te controlar. Se você vai no cinema com a sua amiga, seu namorado (a) já começa a te fazer várias perguntas. Se você decide sair com seu amigos, o mesmo. Bissexuais também conseguem se relacionar com outras pessoas em busca apenas de amizade. Sério. É verdade.

Um relacionamento amoroso não deveria ser para controlar as outras pessoas, mas para compartilhar sentimentos, memórias e momentos. Acho que, se você é o tipo de pessoa que não namoraria um bissexual porque acha que vai ser trocado ou traído, precisa se perguntar se o problema não é com você. Por que você tem medo de ser trocado? Por que você acha que não conseguiria satisfazer sexualmente e emocionalmente uma outra pessoa? Por que você acredita que será traído? Você não se acha digno de um relacionamento? Você acha que não é tão bom (ou boa) quanto as outras pessoas? Por que você acredita que é inferior aos outros?

Não namorar um bissexual fala muito mais sobre suas inseguranças do que sobre o caracter do bissexual em questão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s