Feriado musical

IMG_20150604_023148

Enquanto vocês estão todos falando sobre a última polêmica da internet, eu estou lembrando do meu feriado que foi só amor e regado de música brasileira. Fiquei sumida, mas os últimos dias foram tão movimentados que foi impossível sentar para escrever e eles vão render mais de um texto, então vamos por parte. Vou começar pelo lado musical do meu feriado.

Se você é uma das pessoas que acha que a música brasileira morreu porque só toca sertanejo na rádio, está na hora de repensar, porque meu feriadão diz exatamente o contrário. Ele começou já na noite de quarta-feira (3), quando realizei um sonho, assistir o show da maravilhosa Tulipa Ruiz. Foi tão excelente quanto eu imaginei, ela canta divinamente bem, além de ter uma performance cativante. O show aconteceu no Palácio das Artes e fez parte da turnê do seu último álbum, ‘Dancê’.

Esse último CD é mais animado que seus antigos trabalhos, com muitas músicas para dançar, como o próprio nome indica, e bastante influência do brega e das músicas latinas, como a cumbia. Dá para escutar o álbum completo no site da cantora ou até no youtube. As minhas músicas preferidas deste álbum são “Proporcional”, “Físico” e “Virou”. É incrível como em cada trabalho ela consegue se reinventar e ainda assim não perder sua essência musical.

Quem nunca escutou Tulipa Ruiz, corre para ouvir os antigos CDs, valem muito a pena. Eu tenho uma relação especial com as músicas “Efêmera”, “Só sei dançar com você” e “Dia a Dia, Lado a Lado”, essa última que ela toca com o Marcelo Jeneci. São canções que foram parte da minha vida e ouvir ela cantar alguma delas ao vivo foi emocionante. É incrível o poder que a música tem sobre nós, não é?

IMG_20150607_221536

Falando em Jeneci, ele também esteve em Beagá, mas no domingo (7), encerrando o feriadão com um show gratuito na Praça da Liberdade. A apresentação fez parte da edição 2015 do projeto Momentos Aymoré, que contou também com a banda mineira Dibigode, o músico Lenis Rino e a cantora Luê. Eu acabei só escutando o show do Jeneci, até porque a praça estava muito lotada então fiquei um tempo no CCBB.

De qualquer forma, apesar de não ser tão fã do Jeneci como sou da Tulipa (só escutei seu primeiro CD), achei que ele fez uma excelente apresentação. Ele cantou as músicas mais famosas do primeiro trabalho, além de fazer versões de Caetano e Novos Baianos. Ele também é bem carismático e consegue se conectar bem com o público durante a apresentação. Para quem não conhece o Jeneci, melhor começar pelas músicas mais famosas do primeiro CD, como “A gente é feito para acabar”, que já foi trilha de novela, “Felicidade” e “Pra Sonhar”. Essas canções, por serem mais conhecidas, provocaram momentos muito emocionantes no show. Um casal ao meu lado chegou a chorar abraçado durante a apresentação.

Fiquei com vontade de escutar o segundo CD depois do show, o que devo fazer por esses dias. Quem quiser me acompanhar, dá para ouvir no site do artista. O nome do álbum é “De Graça”, então combinou perfeitamente com o show na praça, né?

Meu fim de semana não foi só de shows, mas também de muito turismo e visita de amigos queridos em BH, que fiz o possível para aproveitar cada minuto. Conheci o Mirante, perto da Praça do Papa e finalmente fui ao Mercado Central, que já rendeu várias fotos para o Diário Mineiro, mas vou deixar para falar mais sobre isso em outro texto. Por enquanto, vamos só aproveitar o poder da música.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s